Alívio de sintoma é cura?

Nossa energia é investida em nossos objetos de desejo, e ao tomarmos esses objetos somos por eles tomados. Assim que há o desgaste do corpo.

Atualmente lidamos com o excesso de objetos, e a impossibilidade de escolha diante de tantas opções. A energia que outrora se investia em algo se encontra perdida e retorna pro corpo em forma de sintoma. A famosa somatização que inclui dores, formigamento, paralisia, queimação e sintomas de ansiedade e depressão. .
Aí que entram os fármacos, aliviando os sintomas do corpo, anestesiando a nossa incapacidade e nos permitindo suportar os vazios.

Mas é só com uma boa psicoterapia que a gente consegue encontrar objetos de desejo e viver legitimamente bem, sem anestésicos, e sem fugir das situações desconfortáveis. Viver bem não é viver sem sintomas, mas fazer as pazes com eles. Curar nem sempre significa erradicar o sintoma, porque tudo que se contem de um lado acaba escapando pelo outro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s