Não há garantia de nada, só responsabilidade

Porque em nenhuma escolha há garantias suficientes!

Você compra uma calça jeans azul, slim, cintura alta, com 3% de elastano. Mas será que a skinny não seria melhor? E se tivesse mais elastano não seria mais confortável? Será que azul combina com tudo? Será que preto não é mais sério? Cintura alta não é mais profissional?

Em um mundo com tantas escolhas é fácil ver inúmeras possibilidades que teriam sido melhores do que essas com que fomos contemplados. O neurótico sofre exatamente pensando em tudo que não foi, mas que poderia ter sido: o melhor, o certo, o adequado, o ideal.

Com tanto estímulo e tanta cobrança a saúde mental requer que se pare de pensar, de tentar produzir sentido para isso que não foi nem nunca será. Deixando os meus possíveis de lado, é que posso viver o meu verdadeiro.

A grande questão é que esse verdadeiro é aquele pelo qual me responsabilizo. Tomo para mim a responsabilidade de viver aquilo que escolhi. Sem culpar o outro. Sem ressentimento. A vida responsável não comporta a impossibilidade de escolha.

É só tomando responsabilidade e deixando de lado de tudo que poderia ter sido, que posso começar a viver o que realmente é, e o que realmente ainda há de ser, na doçura da vitória e no amargor da derrota, sabendo que foi tudo escolhido.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s