Todo ouro do mundo não compra anos de vida

Dinheiro compra alguma saúde, sexo e alguns tipos de felicidade e bem estar. Mas é só.
Tudo isso na verdade é muito mais contingente do que condicionado ao dinheiro. Felicidade, sexo e saúde não são exclusividade dos mais ricos. Não há monopólio daquilo que não se pode controlar.

Gostamos de pensar que podemos “batalhar” pelas coisas que queremos, mas dentre as mais importantes, muitas ou quase todas são contingentes e pouco dependem do nosso esforço. Não é o mais rico, nem o mais trabalhador nem o mais inteligente que detém a fórmula da felicidade.

Mas uma coisa é certa: gastar a vida para conseguir dinheiro não vai te permitir comprar mais vida depois. A vida gasta não volta mais. Se o trabalho não vale por si só, e se só o dinheiro traz valor pro trabalho, então a vida pode ser considerada triste nas horas de trabalho. E para os que trabalham pensando em ter seu momento de descanso na velhice: não se pode chamar de felicidade o descanso de quando o corpo só serve para descansar e mais nada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s