As neuroses da sua família não precisam ser suas

O ambiente que supostamente deveria ser o mais leve e seguro nem sempre o é. O lugar de calmaria pode se tornar o mais insuportável.

Esse lugar é ao mesmo tempo um pouco de paraíso e um pouco de inferno. É um local dual, conflitante, onde esperam algo de você, e onde você espera algo dos outros.

Ter demandas dos outros ou demandar algo deles é a forma de se relacionar nesse ambiente. É sempre alguém precisando de algo e alguém que atende ou não. Sempre alguém que cede ou alguém frustrado.

O conflito e a frustração são inerentes ao ambiente familiar. A gestão desse conflito é que vai dizer sobre a qualidade da vida dos familiares. Ser sempre quem cede não é saudável, assim como nunca atender o que os outros precisam. O equilíbrio é chave, mas o ponto de equilíbrio não é consenso.

Cada um terá um vazio diferente, e uma forma diferente de preencher este vazio. Alguns tentarão preencher com demandas, e outros com soluções e imposições. Alguns preferem cuidar e outros ser cuidados. Alguns até preferem oprimir e outros preferem ser oprimidos.

A convivência envolve formas específicas, distintas, e complementares de sofrimento. Não há como escapar dessa forma de convivência, mas há formas definitivamente mais interessantes de se viver.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s